Conheça os dez melhores países para se aposentar -  E onde está o Brasil no ranking.

Brasil   perdeu   20   posições  na  lista  da Natixis ao passar do 40º lugar em 2013 para o 61º em 2014; segundo estudo, situação para aposentados no país 
é "medíocre"
1 - Suiça


A diferença entre a Noruega e a Suíça é técnica. Contudo, o país do centro europeu encabeçou o ranking este ano. A Suíça está em primeiro lugar não só na lista geral, como também nos sub-índices ambientais, como poluição da água e do ar, além de inflação e expectativa de vida. As cidades de Zurique, Berna e Genebra estão entre as que possuem melhor infraestrutura para idosos, além de inúmeros serviços e possibilidades de entretenimento, como teatro, cinemas e parques. O mais importante é que tudo é acessível por meio de transporte público capacitado para levar os habitantes de mais idade.

2 -  Noruega


O país nórdico perdeu a primeira posição ostentada em 2013. Apesar de manter seus principais indicadores estáveis (e em altíssimo nível), os juros muito baixos colocam em xeque a rentabilidade dos investimentos de seus aposentados — o que impacta diretamente sua disponibilidade de renda. Mas isso não chega a ser um problema, tendo em vista que o país é o 6º no ranking em renda per capita.

3 - Áustria


Além de conquistar o bronze no ranking, a Áustria é a terceira colocada do ranking em médicos per capita e a 11ª em bem-estar. 
O país vem enfrentando desafios econômicos, como o aumento da inflação e da carga tributária. Contudo, a qualidade de seu sistema de saúde e sua alta renda per capita (44 mil dólares por habitante) compensa as recentes turbulências.

4 -  Suécia


A Suécia é o maior exemplo do modelo   nórdico  de bem-estar social.                  Apesar de se manter uma economia extremamente capitalista voltada para as exportações, a   Suécia   tem   um amplo  sistema  de saúde pública e conta com 4 médicos para cada  mil habitantes — um dos melhores desempenhos  entre os países nesta categoria.

5 - Austrália


Estabilidade econômica, baixa carga tributária e um poderoso sistema  de saúde  fizeram o  país saltar da 11ª para a 5ª posição em apenas um ano.       Trata-se também do 10º país  com  mais  médicos  per  capita, além de possuir baixa disparidade de renda.

6 -  Dinamarca


Líder em bem-estar  entre todos  os  países  e  o  que melhor   desempenho    teve    no    quesido        carga tributária, a Dinamarca vem avançando no  ranking ano após ano. Também é considerado um dos países cujo índice de 'felicidade' está entre os mais altos.
O bom posicionamento no  ranking  alia  não  só  um amplo sistema público de saúde, como também uma altíssima renda  per  capita  —  da  ordem  de  40  mil dólares por habitante.

7 - Alemanha


A Alemanha é o país mais rico do top 10 e, devido aos fortes     fundamentos     econômicos    e   à    altíssima qualidade de  vida  que  oferece  a  seus aposentados, passou do 9º ao 7º lugar em 2014.                     Todos os indicadores ligados   à  saúde   melhoraram   no  país, como os gastos com saúde cobertos pelos seguros e o número de médicos por habitante.

8 -  Finlândia



A Finlândia  perdeu  duas  posições  no  ranking  em relação ao  ano  passado,  mas  ainda   assim  ostenta uma excelente   qualidade  de  vida  e  finanças  para seus aposentados.    O país nórdico possui ainda  um dos mais altos níveis de renda per capita  do  mundo 
e um dos melhores  desempenhos  em  igualdade  de renda.

9 - Nova Zelândia


O alto  contingente  de médicos, a alta qualidade de vida e a baixa carga  tributária   —  além  do clima — garantem à Nova Zelândia o 9º lugar no ranking. 
A rápida ascenção (o país figurava em 22º  lugar  no ano passado) se deve à  reforma  previdenciária  e  à diminuição dos impostos para aposentados no país. Houve    também    uma    melhora    no    quadro    de 
expansão do crédito e na disparidade de renda.

10 - Luxemburgo


Eleito o décimo melhor  país  para se aposentar em 2014,  Luxemburgo  conta  com a  40ª  posição  em médicos per capita, 18ª colocação em bem - estar e 
o 30º lugar em carga tributária.       O paraíso fiscal localizado entre a Bélgica  e  a  França  é  a  morada escolhida   por  diversos   endinheirados  europeus 
que desejam    desfrutar   sua    aposentadoria  com conforto, tranquilidade — e poucos impostos.

Fonte:   Veja.brasil.com.br
0