Você sabe tudo sobre sexo ? Não ?

Você sabe tudo sobre sexo ?   Não ?

         Sexóloga debate dúvidas 
e fala sobre a evolução da sexualidade...


oficial_3



        Falar sobre sexualidade de forma completa
e simples, ao  mesmo tempo, parece uma tarefa árdua.
     Isso não acontece com a sexóloga e psicóloga
Carla  Cecarello, que   trabalha há vinte anos na profissão e é uma  das  maiores  especialistas do assunto no Brasil.
A especialista trata o tema em diversos meios de
comunicação, como internet, revistas e televisão, sem  papas  na língua e com a intenção de tornar claras desde as dúvidas mais básicas, como o que 
é  sexo   oral, até  perguntas   complexas,  como  a influência do diabetes na vida sexual.
Fundou e coordena o Projeto Ambsex, que surgiu 
em 2003 com a   finalidade  de orientar e informar pessoas, tanto homens como mulheres, sobre suas dúvidas  e   dificuldades  sexuais,  proporcionando atendimento         médico       e      psicológico,    com 
profissionais especialistas em sexualidade.

Através de eventos, atendimentos personalizados, cursos e palestras, o projeto já atendeu mais de 1.000 pessoas.
Segundo a sexóloga, em eventos abertos que o
Ambsex promove, ainda há muitas dúvidas ligadas aos mitos sexuais. “Tem muita gente que faz uma pergunta muitas vezes bem básica. Assim, eu acabo vendo que o nível de informação das pessoas sobre sexualidade é muito baixo.
” Ela afirma que analisa esse quadro pelo nível social das pessoas e que muitas delas podem ter aprendido o que acham ser correto aos trancos e barrancos.
“Além de passar a informação real para a pessoa, indico que a mesma procure um médico de confiança, nos casos de palestras e outros eventos que fazemos. 
Quando atendo na,clínica,é diferente,dou
acompanhamento geral ao paciente”, complementa.
Ao longo dos anos que trabalha com o tema, Carla diz que a sexualidade evoluiu muito com o tempo.
“Quando eu comecei a trabalhar com sexualidade, na
minha área, que é psicologia, só trabalhávamos aplicando as técnicas da terapia sexual. Hoje você trabalha psicoterapia associando remédios, graças também aos estudos, e acaba conseguindo um tratamento muito mais rápido.
Já tem meios de tratamento para a ejaculação precoce, podendo ser trabalhado isso em conjunto com a psicoterapia.
” Outro fato importante que a sexóloga cita como um ganho na evolução sexual é que as mulheres passaram a valorizar mais as suas questões sexuais e, com isso, o sexo passou a ser algo extremamente importante para a qualidade de vida –
sendo reconhecido pela Organização Mundial da aúde – e é um problema que deve ser discutido e tratado como do casal. 
“Aumentaram as possibilidades de você educar mais as pessoas sobre isso, as pessoas já estão mais abertas a querer ouvir as coisas, não têm tanto preconceito.”
Aproveitamos o bate- papo exclusivo com a sexóloga para debater algumas dúvidas constantes.
Existe o risco da mulher engravidar perto de menstruar?
Sim. Existe até o risco da mulher engravidar menstruada.
É muito menor, uma coisa bem pequena, bem difícil, mas pode acontecer, então é fundamental que se proteja sempre.
Quando se está no ciclo menstrual, geralmente a mulher não está sob o efeito da pílula, então é muito importante o uso do preservativo, pelo homem ou pela mulher.

oficial-2 



Camisinha feminina

O índice de uso ainda é baixo, o valor é caro 
(custa em torno de 20 reais a camisinha 
feminina) e os postos de saúde não fazem a distribuição.
As mulheres preferem ter na bolsa uma 
camisinha masculina e oferecer para o parceiro 
na hora.
Banners milagrosos que prometem o aumento 
do pênis: 
Não funcionam, jamais. Já apareceram muitas pessoas que tentaram essas práticas milagrosas.
Me procuram para perguntar sobre o assunto, 
mas não tem nada que esteja comprovado, que mostre a eficácia dessas técnicas de enxerto. 
Tem uns que tentam a pressão a vácuo, ou 
aqueles cilindros de acrílico para fazer a pressão a vácuo para o pênis aumentar.
Estão produzindo toxina botulínica para 
aumentar o pênis, e isso apenas para tirar 
dinheiro das pessoas, tem que tomar muito 
cuidado, isso não traz sucesso algum, então tem 
que tomar muito cuidado. A maioria dos homens 
se preocupa com o tamanho do pênis. 
O que realmente importa é pegada.
Se focar nisso, a mulher não estará preocupada 
com o tamanho do pênis.
Perguntas sobre esse tema são feitas constantemente.

Pênis torto
O pênis torto é um pênis que tem uma doença 
que se chama doença de Peyronie, que provoca dores no pênis.
Na verdade é uma placa fibrosa que é criada 
dentro do pênis, e isso só se resolve com cirurgia. Leia mais sobre a doença de Peyronie aqui.

Masturbação

A masturbação é uma prática muito importante 
para que a pessoa, tanto homens como mulheres, possa aprender a conhecer melhor as suas sensações, conhecer melhor o seu corpo, saber de que jeito gosta de ser tocada, é muito importante para isso.

Só que algumas pessoas acabam transformando a masturbação muitas vezes em uma academia de ginástica, então, em vez daquela pessoa fazer academia para poder descarregar as suas tensões, todo dia tem que se masturbar!
Neste ponto, se torna um caso patológico, porque vicia.
A Organização Mundial da Saúde diz que uma pessoa que se masturba mais do que três vezes 
no dia, todos os dias, é considerada compulsiva sexual. Se é uma pessoa que se sente
dependente da masturbação, se a pessoa usa essa masturbação para se sentir bem, ela não é compulsiva, mas ela começa a ficar doente quando 
se torna dependente da masturbação.

A compulsão pela masturbação pode se tornar uma compulsão sexual, mas não é em todos os casos.

Sexo oral

A camisinha deve ser usada durante o sexo oral, porque através desse ato pode-se contrair a Aids 
ou qualquer outro tipo de doença sexualmente transmissível, desde que se permita que um
esperma ou a secreção vaginal entre em contato 
com a boca.
Se a pessoa tiver algum corte na língua, afta, 
herpes, um dente que acabou de extrair, cárie, sapinho, enfim, tudo isso pode fazer com que a 
porta esteja aberta para a entrada de qualquer 
tipo de vírus e bactéria. Sexo oral não pode ter contato direto com a secreção. 
Se não tiver camisinha na hora, tente adaptar 
uma forma de proteção.
0